RESUMO DA SESSÃO

Publicado em: 26 de julho de 2017

Nesta segunda-feira (24), realizou-se a 25ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Pederneiras, no plenário “Dr. Alberto Clementino Moreira”, presidida pelo vereador Joãozinho da Farmácia e com a presença de todos os vereadores. Em quase quatro horas de sessão, os vereadores discutiram assuntos importantes. Entre eles, a moção de apelo pelo não fechamento da UPA, assinada pelos vereadores Adriano do Postinho, Prof. Marildo, Ezequiel lima, Chapéu, Durva e Joãozinho da Farmácia.

Foram apresentadas duas moções. O vereador Danilo Alborghetti, através de moção de apelo, sugere a isenção de tarifa de pedágio nas rodovias paulistas para os veículos que transportam pessoas com doenças graves ou degenerativas em tratamento de saúde fora do seu domicílio. Já o vereador Professor Marildo, com moção de aplausos, quer homenagear o trabalho prestado pela entidade “Pequena obra da Divina Providência”. Também foram discutidos e aprovados seis requerimentos e apresentadas nove indicações.

Ordem do Dia

Do Executivo, foram aprovados por unanimidade em segunda votação, Projeto de Lei 44/2017, que dispõe sobre suplementação orçamentária e Projeto de Lei 45/2017, que dispõe sobre abertura de credito especial. Em primeira discussão e votação, Projeto de Lei Complementar 48/2017, versando sobre a execução de obras, reparos ou serviços em vias e logradouros públicos.

A vereadora Regina Barrach, com base no artigo 157, do Regimento Interno da Câmara Municipal, pediu o adiamento da discussão por uma sessão dos vetos 1/2017 ao Projeto de Lei 27/2017, do Executivo, que institui a utilização dos veículos de tração animal (VTA) e veto ao Projeto de Lei 33/2017, do Executivo, que dispõe sobre o funcionamento dos escritórios virtuais, com justificativa de buscar rediscutir o mérito de ambos os projetos.

Do Legislativo, aprovado em única deliberação, por unanimidade, Moção 9/2017, em apelo ao não fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de autoria dos vereadores: Adriano do Postinho, Prof. Marildo, Ezequiel Lima, Chapéu, Durva e Joãozinho da Farmácia. E dois Projetos de Lei, de autoria de Adriano do Postinho, nº 43/2017, que torna obrigatória a instalação de sinalização de trânsito nos logradouros dos loteamentos urbanos, executados por loteadores, aprovado em segunda deliberação, e do nº 46/2017, que regulamenta o transito de veículos em faixas de pedestres, em primeira deliberação.

 


Publicado por: Assesoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email